DOAÇÃO DE DOCUMENTOS        PARCERIAS        SÓCIOS        CONTATO    
    HOME        ARQUIVO        NÚCLEOS        IMIGRAÇÃO        PUBLICAÇÕES        NOTÍCIAS        BUSCA    
   Notícias      AHJB na Tribuna Judaica      Veja em nosso acervo   


Crédito da imagem (violino Ben-Gurion): André Zinn
 O Violino Ben-Gurion e o AHJB

O luthier (fabricante de instrumentos musicais) Saulo Dantas-Barreto pertence a uma velha família pernambucana, cujo tronco genealógico é o judeu Santo Fidalgo (Shemtov b. Abraham, circa séc. XV) morador na judiaria de Barcelos, Portugal.

 

Ele estudou a arte da luthieria em Cremona, terra de Antonio Stradivari (1644 - 1737), onde também viveu por muitos anos. Criativo e visceralmente ligado à cultura brasileira, muito próximo por ligações familiares e de formação ao Movimento Armorial, tem criado instrumentos dentro da tradição musical, mas únicos. O seu prenome, Saulo, é uma homenagem ao médico, irmão do escritor Ariano Suassuna, amigo de sua família, este o criador do movimento.

 

Uma das características dos instrumentos construídos por ele, além da boa sonoridade, é o uso de imagens ou signos cifrados que dá identidade a peça.  Dentre estes instrumentos destacam-se um conjunto de câmara construído para a Rainha Sofia da Espanha; o belíssimo violoncelo “Aleijadinho” construído para um importante amador paulistano de música, André Zinn e finalmente o violino Ben-Gurion, idealizado para comemorar os 60 anos de restauração de Israel.

 

O violino Ben-Gurion que em lugar da voluta tradicional tem a cabeça esculpida do político sionista. No seu corpo há uma série de frases proferidas por judeus da Diáspora, ressaltando os valores da tolerância e excertos de Salmos bíblicos.  Nas palavras do próprio Dantas-Barreto: “Procurei evidenciar a característica, a meu ver, mais significativa do Povo Judeu: a diversidade na unidade. De maneira que todas as colaborações em forma de papéis colados no instrumento representam esta diversidade (de opiniões e de línguas) e a Estrela de David, a unidade. O “autor” que mais aparece é o Rei David, com 5 trechos de Salmos. As línguas são: hebraico, português, espanhol, italiano, ladino, alemão e francês”. Algumas destas frases foram coletadas no AHJB.

 

O violino será exposto, a partir de 23 de junho, na Casa de Cultura de Israel (Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré).

 



voltar

 Copyright © e termos de uso